sexta-feira, 2 de abril de 2021

Ex-presidiário ameaça a mãe de morte e termina nas garras da polícia

Na prisão em flagrante do crime de violência doméstica, a polícia apreendeu drogas em poder do acusado.


O ex-presidiário Expedito Carlos Rodrigues Santos, 20 anos, foi preso pela patrulha do Gaecim coordenada pelo sargento Viana no início da tarde de quarta-feira(31), sob acusação de ameaça (violência doméstica) e tráfico de drogas. 

A denúncia da prisão foi originada pela Sra. Maria Luzia (49 anos), que é a mãe do acusado. A informação que pela manhã, Expedito Carlos teria furtado da casa uma TV e um botijão de gás de cozinha. 

Ao retornar ao imóvel da família, armou confusão e quebrou alguns objetos.

Neste momento, a mãe dele saiu de casa dizendo que iria acionar a polícia por conta de uso de drogas em sua residência, quando foi ameaçada pelo próprio filho. 

"Ela caminhou até Avenida São Sebastião no bairro Frei Higino esperando a patrulha Maria da Penha", contou uma fonte ao PC, levando à polícia na casa dela. 



Os policiais foram autorizados e entraram na casa da vítima, prendendo o filha dela e realizando o flagrante da droga, contabilizada em 80 pedrinhas de crack, 03 pedras maiores da mesma substância, um baseado e 03 giletes usadas para cortar crack. 

O delegado plantonista autuou Expedito Carlos por tráfico de drogas e também por ameaça no crime de violência doméstica. 

O plantão do judiciário converteu o flagrante em preventiva, sendo ele encaminhado ao presídio local. 



Portal do Catita