quarta-feira, 1 de setembro de 2021

Concursos públicos: Governo Federal pretende contratar 41,7 mil novos servidores em 2022

Informação foi anunciada pelo secretário de Orçamento Federal do Ministério da Economia, Ariosto Culau
Foto: Agência Brasil
Sem concursos federais há três anos, o Governo Federal pretende contratar 41,7 mil novos servidores em 2022, informou nesta terça-feira (31) o secretário de Orçamento Federal do Ministério da Economia, Ariosto Culau. Segundo ele, as contratações serão para recompor a força de trabalho que se aposentou ou morreu nos últimos anos.

“Temos um volume grande para agências reguladores e para o Ministério da Educação. Não houve espaço no orçamento para reajustes, apenas recomposição da força de trabalho”, declarou Culau nesta terça-feira, dia em que foi enviado ao Congresso Nacional o Projeto da Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2022.

Segundo o secretário especial de Orçamento e Tesouro, Bruno Funchal, a Secretaria de Gestão do Ministério da Economia tem feito estudos, que apontaram a necessidade de “algum concurso” para recompor a demanda represada em diversos órgãos.

Apesar da previsão de retorno dos concursos públicos, o PLOA 2022 não tem previsão de reajuste para o funcionalismo público federal, disse Funchal. Ele, no entanto, informou que isso pode mudar caso o parcelamento dos precatórios (dívidas do governo reconhecidas em definitivo pela Justiça) seja aprovado, criando espaço no teto federal de gastos.

“O Orçamento já está muito apertado, mas tendo algum tipo de mudança por conta do que está em discussão sobre o pagamento de precatórios, vão ser definidas as prioridades [com base no espaço que seria aberto]. Outras discussões serão feitas ao longo do processo orçamentário”, explicou.

Com informações da Agência Brasil